A principal atividade manual é examinar o
produto de trabalho e fazer os comentários sobre ele. Qualquer software pode
ser revisado, incluindo a especificação de requisitos, diagramas, código, plano
de teste, especificação de teste, casos de teste, script de teste, manual do
usuário ou páginas web. Teste de regressão é o teste repetido de um programa que já foi testado, após
sua modificação, para descobrir a existência de algum defeito introduzido ou
não coberto originalmente como resultado da mudança. Estes defeitos podem
estar no software ou em um componente, relacionado ou não ao software.

Outro benefício importante de utilizar uma base de conhecimento em teste de software é a redução do tempo gasto na busca por informações relevantes. Muitas vezes, os profissionais de teste perdem tempo procurando soluções para problemas que já foram resolvidos anteriormente por outros colegas. Com um repositório centralizado, é possível encontrar facilmente a informação desejada, economizando tempo e aumentando a eficiência. Por fim, a base de conhecimento em teste de software deve ser facilmente acessível a toda a equipe. É importante que as informações estejam bem categorizadas, com uma estrutura lógica que permita a busca e recuperação eficiente dos dados. Além disso, a base de conhecimento pode ser enriquecida com recursos visuais, como diagramas, vídeos ou tutoriais interativos, para auxiliar na compreensão e aplicação do conhecimento.

Script Base De Conhecimento (tutoriais) Whmcs

E agora que você conhece todos os benefícios dessa ferramenta, que tal utilizá-la em sua empresa? Para criar uma boa base de conhecimento nesse software, é necessário entender primeiro quais são as dúvidas que precisam ser respondidas. E o melhor jeito de identificar todas as demandas é através das equipes de atendimento ao cliente e Customer Success. Por mais que a sua base de conhecimento possa ser disponibilizada online para os clientes e parceiros tirarem dúvidas sobre os produtos, existem pessoas que sempre preferirão conversar diretamente com um atendente para solucionar problemas.

Um erro num software de um equipamento médico pode custar a vida uma pessoa ou dificultar o atendimento a alguém que precisa. Ele deve ser planejado em conjunto com a proposta do software, sendo aplicado em cada etapa do projeto e não somente no final.

Base De Conhecimento Em Teste De Software

E o sistema de base de conhecimento definitivamente oferece vantagens para quem preza pelo bom relacionamento com os clientes. É coordenador regional para o Brasil da STAR (Software Testing Analysis and Review) e foi presidente e fundador da Associação Latino Americana de Teste de Sistemas (ALATS), de 2002 a 2010. Atualmente, é consultor da empresa Riosoft/Softex na área de testes e de melhoria de processos e diretor do Instituto de Teste de Software (ITSiTEste). Os testes de integração, como o nome sugere, têm por objetivo unir os diversos módulos do sistema e testá-los em conjunto.

base de conhecimento em teste de software

Construa uma base sólida de conhecimento e colha os benefícios de ter um processo de teste de software mais eficaz e confiável. Ao utilizar a base de conhecimento como referência, a equipe de testes pode adotar melhores práticas e metodologias já estabelecidas, garantindo a consistência e qualidade dos testes realizados. Isso também facilita a integração de novos membros à equipe, pois eles terão acesso a um conjunto estruturado Como se tornar um analista de dados? de informações e orientações. Tratar essa atividade de teste de software como uma daquelas inseridas no processo de desenvolvimento, quando era executada por programadores e analistas de sistemas, não atende mais ao nível atual de complexidade das aplicações. Os testadores são técnicos altamente qualificados, os quais precisam acumular uma gama enorme de conhecimentos para poderem desempenhar suas atividades.

Melhor índice de satisfação dos clientes

Um conjunto de testes novo e diferente
precisa ser escrito para exercitar diferentes partes do software ou sistema com
objetivo de aumentar a possibilidade de encontrar mais erros. Através do entendimento
da causa raiz dos defeitos encontrados em outros projetos, os processos
podem ser aprimorados de modo a prevenir reincidência de erros e,
conseqüentemente, melhorar a qualidade dos sistemas futuros. Além disso, ter uma base sólida de conhecimento em teste de software fortalece a expertise da equipe. Eles se tornam mais confiantes em suas decisões, pois têm acesso a casos reais e soluções testadas. Isso também aumenta a credibilidade da equipe perante os demais membros da organização, permitindo que eles sejam vistos como referência na área de teste de software.

  • Uma visão comum do processo de teste é de que ele consiste apenas da fase
    de execução, como executar o programa.
  • Trabalhou como gerente de produto, na área de Testes de Aplicações, na SQA — System Quality Assurance.
  • Isso pode incluir metodologias de teste, tipos de testes, ferramentas de automação, entre outros.
  • Sabe aquele programa que vive travando, não roda direito ou que faz o PC ficar lento?
  • Estabelecer suas causas (por exemplo, defeito no código, em algum dado
    específico de teste, na documentação de teste ou uma execução de
    inadequada do teste).

Em todos os níveis de teste, mas especialmente no teste de componente e
teste de integração de componentes, ferramentas podem ser usadas para
medir a cobertura do código dos elementos assim como as declarações ou
decisões. Teste estrutural deve ser baseado na arquitetura do sistema, como
uma hierarquia de chamadas. Recomenda-se utilizar as técnicas estruturais após as técnicas baseadas em
especificação, já que ela auxilia a medição da eficiência do teste através da
avaliação da cobertura de um tipo de estrutura. O objetivo do teste de aceite é estabelecer a confiança no sistema, parte do
sistema ou uma característica não específica do sistema. Teste de aceite pode avaliar a
disponibilidade do sistema para entrar em produção, apesar de não ser
necessariamente o último nível de teste. Por exemplo, teste de integração em
larga escala pode vir após o teste de aceite de um sistema.

Como Criar um Livro Base de Conhecimento em Teste de Software

Os objetivos identificam o que você estará apto a fazer após o término de cada
módulo. Cada seção também tem os objetivos de
aprendizagem e o tempo necessário para estudo. Mostra que o https://www.bcnoticias.com.br/como-se-tornar-um-analista-de-dados/ capítulo 2 tem objetivos de estudos de K1 (assumido quando um
nível maior é demonstrado) e K2 (mas não K3) e está dimensionado para levar
135 minutos para cobrir o estudo do capítulo.

  • Imagine que uma construtora precisa encontrar um sistema de atendimento ao cliente para melhorar sua experiência, mas não sabe direito o que está procurando e como aprimorar a experiência do cliente.
  • Quando um defeito é detectado e resolvido, o software pode ser re-testado
    para confirmar que o defeito original foi realmente removido.
  • Pode ocorrer de um mesmo conjunto de testes que são repetidos várias vezes
    não encontrarem novos defeitos após um determinado momento.
  • Esse, provavelmente, deve ter passado pelo processo de desenvolvimento com essas imperfeições.
  • Como a base de conhecimento  proporciona um atendimento rápido e ainda permite que os clientes resolvam seus problemas sozinhos – como mencionado nos tópicos acima –, é natural que o nível de satisfação do público aumente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *